Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsAppEnvie uma mensagem

Comprar ou alugar imóvel: O que é melhor?

Homem segurando uma placa com sinal de interrogação
04ago, 2021

Veja os prós e os contra dessas duas possibilidades para você fazer a melhor escolha 

Nada mais reconfortante do que ter um espaço para chamar de casa, não é mesmo? Hoje em dia, contudo, as pessoas se sentem cada vez mais divididas entre comprar ou alugar um imóvel.

Em tempos tão modernos, em que conceitos de propriedade estão se tornando ultrapassados e as pessoas buscam cada vez mais repensar suas prioridades de investimentos, será que ainda vale a pena ter sua casa própria?

É nessa hora que surge o questionamento, qual o melhor investimento/possibilidade na atualidade — Comprar ou alugar? Cada uma dessas opções, sem dúvidas, é um investimento a longo prazo. Cada uma delas possui trâmites burocráticos,  facilidades e dificuldades.

Neste artigo, vamos esclarecer os principais pontos que diferenciam essas duas opções para que você entenda melhor qual faz mais sentido com a sua realidade e os seus objetivos. Deste modo, você não terá como errar na sua decisão. Confira!

Reflexões sobre a sua realidade

Em primeiro lugar, é preciso levar em consideração a sua própria realidade quando se define o objetivo da aquisição da casa própria. Entender o atual momento é essencial: será que o financiamento imobiliário é realmente uma boa escolha? Você terá dinheiro suficiente para manter essa propriedade?

Além da saúde financeira do cliente, outros fatores podem influenciar o mercado financeiro e modelar a escolha quando se está dividido entre comprar e alugar.

Compra: quando escolher essa opção?

Não existe o certo nem o errado entrar comprar ou alugar um imóvel. Questões familiares, pessoais, de planejamento e de saúde financeira são preponderantes. Planejar a compra de um imóvel é semelhante à programação de uma viagem cara: não é possível agir por impulso e fugir das responsabilidades e custos que esse tipo de transação pode gerar.

Neste momento, coloque na ponta do lápis:

  • Você tem o dinheiro para sustentar um financiamento imobiliário?
  • Por quanto tempo você pretende viver naquele imóvel, considerando eventuais planos de se mudar de cidade ou país?
  • Quais são seus objetivos financeiros, familiares e profissionais?
  • Você deseja estabilidade e segurança ou uma vida mais dinâmica e movimentada?

Se você está em um momento de estabilidade nas vidas profissional e particular, talvez criar raízes em uma cidade e comprar um imóvel nela seja uma boa opção. Neste contexto, se você realmente credita ao valor dispensado a aluguel como um dinheiro desperdiçado, o investimento de se fazer o pagamento mensal para um imóvel que será, indubitavelmente, seu, é uma boa pedida.

Dentre as vantagens de se comprar uma casa está a estabilidade e segurança para um futuro com dificuldades financeiras. Uma vez que você seja o proprietário de um imóvel, preocupações como o pagamento em dia de um aluguel deixam de existir considerando um cenário em que você passe por um período desempregado ou com o orçamento reduzido.

Alugar: quando optar por essa alternativa

A modernidade vem trazendo novas perspectivas de vida às novas gerações. Com o uso cada vez mais frequente de carros por aplicativo e de meios de mobilidade urbana, tem se diminuído a necessidade de se ter um carro próprio mesmo em grandes centros urbanos, por exemplo.

Pessoas que ainda não têm certezas referentes à própria vida profissional ou que sentem a necessidade de, futuramente, buscar uma realidade diferente da atual – como trocar uma grande capital por um lugar menor e mais tranquilo, por exemplo – combinam mais com a opção da locação.

Entre comprar ou alugar, a realidade é que nem sempre a decisão pode ser pautada unicamente nos objetivos e anseios de cada indivíduo. O contexto global – econômico, majoritariamente – do país tende a impactar decisões de pessoas divididas entre comprar ou alugar.

Os juros fazem parte do financiamento imobiliário. Estar informado com relação às taxas de juro – que variam entre altas e baixas – é um passo muito importante.

Cenário aquecido para compra

Resumidamente, e do ponto de vista econômico, comprar uma casa é uma boa ideia quando:

  • As taxas de juro estão baixas;
  • Você já possui um dinheiro guardado para a entrada, aliviando os juros do financiamento;
  • Você faz parte do grupo beneficiado de programas de habitação com condições vantajosas, como o Programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida);
  • Você tem estabilidade financeira, não vendo a parcela do financiamento ultrapassar 30% da sua renda mensal;
  • Você tem planos a longo prazo de se fixar em uma cidade;
  • Você tem o sonho de ter uma casa própria para decorar de acordo com a sua vontade, em função de garantir segurança com um patrimônio físico;
  • A perspectiva de valorização do imóvel e da região onde ele está localizado é alta.

Cenário aquecido para locação

Já sob o ponto de vista da locação de imóveis, a ideia é mais viável com relação à compra quando:

  • Os juros estão altos, com a parcela do financiamento mais alta do que a de um aluguel;
  • Seu planejamento financeiro indica ser mais rentável fazer um aluguel mais barato e reter dinheiro para a aquisição de uma casa à vista mais no futuro;
  • Sua flexibilidade para mudanças de residência é alta;
  • Não decidiu ainda objetivos e metas a longo prazo em sua carreira;
  • Você não tem o dinheiro suficiente para 20% de entrada, no mínimo;
  • Você não tem uma renda estável e não é vantajoso assumir uma dívida a longo prazo;
  • Mesmo pagando aluguel, você vem conseguindo poupar uma quantia para dar a entrada futuramente em um imóvel.

Entre comprar e alugar, a escolha final sempre será sua. Com as informações já expostas, você certamente agora já pode ter critérios mais bem definidos para refletir sobre o que é melhor para a sua realidade.

A escolha não é fácil e depende de muitos fatores e alguns deles nem mesmo estão sob nosso domínio. Não vale a pena optar pela compra de um imóvel em um cenário de bom preço e juros baixos se a parcela do financiamento não couber no seu bolso.

De toda forma, os juros podem estar altos e o preço estar um pouco salgado, mas se o seu sonho é a segurança e estabilidade da casa própria e você possui o planejamento adequado, aqui o aluguel pode deixar de fazer sentido.

Seja qual for sua escolha, entre comprar e alugar, entre em contato com a REMAX Target Imóveis e venha conhecer os imóveis que podem fazer sentido à sua realidade do momento.